terça-feira, janeiro 10, 2012

Irrita-me... #1

...que as pessoas passem a vida a queixar-se das consequências de uma opção que fizeram por elas próprias!
No meu curso existem várias áreas de mestrado. Uma colega escolheu seguir Psicoterapia Dinâmica e esteve até à última sem saber se tinha média p'ra entrar, mas acabou por conseguir (para quem não sabe o que é, é uma espécie de psicanálise dos tempos modernos - uma 'filha' da Terapia Psicanalítica de Freud). A questão é que agora aproveita qualquer oportunidade p'ra salientar como o mestrado dela dá trabalho em relação aos outros, como "se sente numa posição ingrata quando comparada com outras pessoas que têm o dobro do tempo para absorver a matéria" - disse-me hoje! Eu lá tive que usar da minha sensatez para lhe dizer calmamente (mesmo quando me apetecia gritar-lhe que já percebi a ideia e que estou farta de a ouvir a gabar-se do seu espectacular mestrado em que se "trabalha a sério" - disse-me no outro dia - como se no meu mestrado ou num qualquer dos outros andássemos a jogar à macaca em vez de estudar) que, pelo menos, está a estudar o que gosta e que era bem pior se não tivesse entrado e estivesse a ter esse trabalho a estudar uma coisa que odeia. Não tenho razão?! 

Como vi hoje algures pelo mundo facebookiano:  
Happiness comes from recognising and appreciating what you have.



Nota: E, sinceramente, é bom que tenha muito trabalho, já que um psicoterapeuta experiente chega ao ponto de cobrar (vejam bem!) €250 por uma hora de consulta! Visto deste prisma é até justificável que esse mestrado seja mais trabalhoso que os outros (se realmente o for!).

3 comentários:

  1. é sempre assim, ela de certeza já sabia como ia ser, se está onde gosta aguente-se e não rebaixe os outros..

    250€???? não é um bocadinho caro???

    ResponderEliminar
  2. Ai se eu algum dia ganhar isso por hora... Juro que dou logo metade para caridade =P Portanto, se algum dia disser no blog que ganho isso, cobra-me!

    ResponderEliminar
  3. Querida... sei como é! Tenho várias amigas a fazer mestrados em psicologia e bem vejo o trabalhão que têm.

    ResponderEliminar