segunda-feira, junho 04, 2012

Equilíbrio.

Há dias em que se torna difícil gerir o tempo. Eu ando nesse modo há demasiados dias. Quero trabalhar, tenho que escrever sobre Aconselhamento de Carreira e sobre a Career Story Interview, interpretar os dados que recolhi...Mas simplesmente não me sai nada. Olho para os artigos, leio-os e percebo-os, mesmo sendo em inglês, mas quando tento escrever simplesmente não consigo explicar pelas minhas próprias palavras. O tempo escasseia, passei horas na biblioteca e escrevi uma página e meia. Quis requisitar um livro, não estava na estante. Perguntei às duas bibliotecárias por ele, disseram-me "Não está requisitado... deve estar fora do lugar. Procure...".  "Ok, vou já procurar um livro perdido no meio de centenas deles, afinal o interesse é meu e as senhoras têm mais é que ficar aí a meter a coscuvilhice em dia!" - pensei eu. Não disse, mas gostava de ter dito, sou demasiado branda com toda a gente. Arrumei as coisas, pus-me a caminho da Geral onde requisitei o livro que queria. Não sem antes o mandar reservar online na biblioteca da minha faculdade - aquelas velhas hão-de levantar a bunda para o encontrar.

Mas depois, é bom chegar a casa e ver um e-mail que me faz sorrir, como sempre. Receber uma mensagem do J., que já não vejo há meses mas a quem fiz questão de contar sobre o estágio (mesmo que as pessoas se afastem não se esquece o quanto já foram importantes para nós), a dizer que tem saudades minhas (e eu tuas, como sempre). Mandar uma mensagem ao (outro) J. a desabafar a minha pouca sorte, é sempre ele que leva com os meus maus momentos (mas também os bons!) e receber uma resposta que me anima, como sempre! E é isto que faz com que o dia se equilibre e que me dá forças para regressar ao trabalho com a esperança de que agora é que é!



2 comentários:

  1. E afinal, o importante é mesmo conseguir o equilíbrio :D
    Boa sorte com isso! E com o livro xD

    ResponderEliminar
  2. Os amigos são sem dúvida uma fonte de equilíbrio!

    ResponderEliminar