sexta-feira, julho 20, 2012

Factos aleatórios - actualização de estado

Não imaginam a quantidade de coisas que me passam pela cabeça, à noite, enquanto tento adormecer. Coisas que fariam perfeito sentido se fossem aqui escritas, que me libertariam um pouco. Seja como for, à luz do dia, entro numa espécie de amnésia, e nenhum desses assuntos me parece tão importante como no meio da escuridão.
Estou há duas semanas em casa. Já não digo de férias porque, para mim, isto não são férias e não quero estragar o significado da palavra. Ando aborrecida, sem nada de importante para fazer. Basicamente, o que tenho feito é servir de taxista pessoal aos meus pais. E não imaginam como o odeio fazer. Já sabia que não ia ser fácil, passar dois meses em casa dos pais já não é correcto depois de ganharmos alguma independência. E ainda só passaram duas semanas! Para terem uma ideia, nestes quinze dias, foram duas (DUAS) as tardes que tive livres, sem ter de levar a excelentíssima senhora mãe a lado nenhum!
Decidi não ir de férias com os amigos porque o dinheiro que tenho assim chega para pagar a renda da casa em Coimbra até Janeiro e, com certeza, não receberei a bolsa antes disso... Mas está-me a fazer tanta falta sair uma semana daqui, para um sítio novo, com eles. Divertimo-nos imenso ao fim-de-semana, mas depois é uma semana de martírio... Vai nisto, esta semana fui inscrever-me no voluntariado da paróquia (vejam ao que cheguei, eu, cujos valores evangélicos me passam completamente ao lado) para ocupar de alguma forma os meus dias. Inscrevi-me para a Creche e para o ATL, por ser trabalho com crianças, e só espero que me chamem o mais depressa possível! Na volta, descobri que o responsável também é psicólogo e tirou mestrado na mesma área que eu, senti-me logo integrada! Portanto, nem tudo é mau!
Tenho feito as minhas caminhadas ao fim da tarde e ontem o R. quis ir comigo. É impressionante como alguém tão pequeno pode ser tão esperto e tão amoroso. Fomos todo o caminho na conversa e gostei mesmo da companhia dele, sei que temos uma ligação especial e amo-o com todo o meu coração! É ele que me tem dado algum alento e alegria nestes dias e é dele que tenho mais saudades quando não estou cá.
Entretanto também tenho andado a pensar acerca de um projecto pessoal que quero mesmo levar para a frente e, talvez, o voluntariado me ajude nesse aspecto, afinal já vou estar a dar uns toques na minha área (até me senti toda orgulhosa quando o psicólogo responsável me disse que, sendo da área, nem devia precisar de formação e seria chamada mais facilmente!). Vou precisar de tempo e concentração para seguir com ele em frente, o que aqui não é fácil, mas a ver vamos, ainda tenho longas semanas pela frente!

8 comentários:

  1. Espero mesmo que consigas preencher os teus dias. :)
    Boa sorte!

    ResponderEliminar
  2. Bem, pelo que contas esperam-te uns longos dois meses... mas vais ver que as coisas vão correr muito melhor do que esperas!
    E boa sorte :)

    ResponderEliminar
  3. Infelizmente as bolsas estão a ser pagas tão tarde... no meu último ano de faculdade recebi a primeira prestação só em Abril, imagina só!

    ResponderEliminar
  4. Ohh querida espero que te ocupes... e passes melhor o tempo********BEijinho*****

    ResponderEliminar
  5. Que corram bem todos esses dias que te esperam com as crianças! Afinal, elas, ao contrário de muitos, conseguem deixar-nos sempre com um sorriso na cara! :)

    ResponderEliminar
  6. Espero que consigas preencher melhor os teus dias e que tudo te corra bem ;)
    Pensa nas coisas boas de estar em casa e ter férias!

    Bjinhos

    ResponderEliminar
  7. isso de voltar a casa dos pais é realmente um seca Jude.. eu entendo-te até poeque aqui a menina está no mesmo. A minha sorte é que vivo perto da praia e lá vou indo dar um saltinho mas mesmo assim, a gasolina não é muito barata. Mas vai dando. em tempos passados já fiz o mesmo que tu, inscrever-me no voluntariado e foram 2 meses ocupados e até que me senti útil. Por isso, vais gostar ainda mais é experiência que ganhas. Beijinho e boas "FErias" na medida do possível

    ResponderEliminar
  8. Baaah , assim não consegues aproveitar nada as férias :s Mas fazes bem em arranjar alguma coisinha para fazer , mesmo que seja o voluntariado . Pelo menos assim libertas a cabeça e não ficas fechada o tempo todo +.+ Mas ires passear um dia ou outro também não faz tão mal assim e não destroi tanto a carteira ;)

    ResponderEliminar