quarta-feira, setembro 05, 2012

A páginas tantas...#5


Só duas coisas sobre este livro: sublime e encantador!
Gostei mesmo!

«- Shane, desculpa o que aconteceu há bocado - disse ela quando pararam.
- O quê?
- Ter-me zangado contigo por causa do meu pai - disse ela. (...)
- Amar significa nunca ter de dizer... - murmurou Shane com um sorriso, citando um velho filme.
Mas Mickey levantou a mão e encostou um dedo aos seus lábios. A noite estava a ser tão miraculosa como Joe O'Casey havia dito e Mickey sabia que tinha a ver com o perdão. As pessoas cometiam erros, seguiam caminhos errados, tomavam decisões péssimas. Mas, enquanto houvesse amor e esperança, poderiam falar sobre os problemas, ver tudo sob uma nova luz, perdoarem-se umas às outras. Bastava olhar para Tim e para o pai; pare ele e para a mãe de Mickey. E, principalmente, para Mickey e Shane - e era tudo por causa do perdão.
- Amor significa ter sempre de pedir desculpa - sussurrou ela, beijando-o novamente enquanto os bufos-brancos esvoaçavam temerários lá em cima.»

Luanne Rice, 2008, pp.310-311

6 comentários:

  1. Acho que fiquei com vontade de o ler ;)

    ResponderEliminar
  2. E eu que andava pa comprar um "companheiro de cabeceira".. talvez seja uma opção! ;)

    ResponderEliminar
  3. Este não conheço. Parece interessante :)

    ResponderEliminar
  4. Preciso de um livro novo. Acho que vou seguir a tua sugestão. ;)

    Beijinho ♥

    ResponderEliminar