terça-feira, outubro 30, 2012

Crónicas de uma estagiária V

Sinto-me desanimada. Esta semana não tenho feito mais que olhar para as paredes e trocar duas ou três frases de desespero com a minha colega. Diz-nos a psicóloga-mor que não tem nada para fazermos e, um pouco depois, queixa-se de como não tem tempo para todos os casos que já tem em mãos. Não há aqui um paradoxo estranho?! Afinal eu e a F. estamos lá para quê? Parece que entretanto vamos ter dois casos para cada uma mas, até lá, não percebo o que vamos para lá fazer!

9 comentários:

  1. Eu também tinha alguns dias mais parados no meu estágio...
    Tentem propor mais actividades, pelo menos para não estarem paradas :)

    bjinho

    ResponderEliminar
  2. Easy :) Vai haver um tempo em que nem respiras com o trabalho, aposto!

    ResponderEliminar
  3. calma.. ela tem de perceber que vocês estão aí para ajudá-la..

    kisses***

    ResponderEliminar
  4. Vai lendo, investigando... não te deixes ficar sentada a pastar, não dá boa imagem. Força!

    ResponderEliminar
  5. Denise, é o que fazemos, mas é dificil estar a surgir com ideias novas todos os dias!

    Mary Jane, espero bem que sim! Antes isso do que sentir que não estou lá a fazer nada!

    rosa e Benedita, obrigada!

    S*, é o que faço, mas como estamos em gabinetes separados eu bem que podia estar todo o dia a ler um romance que ela nem reparava!

    ResponderEliminar
  6. Tem calma e tenta delicadamente pedir trabalho à psicóloga mor!...

    ResponderEliminar
  7. Acho que esse deve ser um dos dramas de muitos estagiários. Tenho uma colega minha que anda muito frustrada porque a orientadora dela no estágio de Enfermagem age como se os estagiários fossem incompetentes, e não os deixa mexer um dedinho, ficam só a observar, é que ganha-se muita experiência assim! Enfim...

    ResponderEliminar
  8. Parece que a mulher que o trabalho todo só para ela , sei lá ! xD

    ResponderEliminar