quinta-feira, outubro 18, 2012

Do tratamento e de como sou esquisita

Não gosto de ser tratada por nomes ditos "carinhosos". Não suporto. Nem bebé, nem linda, nem fofinha. O pequena me faz uma certa espécie, apesar de ser mais ou menos suportável. O menina tolera-se mas tem de vir da pessoa certa e deixa de soar bem quando usado em demasia, nesse caso torna-se igualmente insuportável!
No meio de tudo isto, uma das coisas que me agradava na minha pseudo-relação com o H., era o facto de ele me tratar por trenga, def., idiota e de eu o tratar por ordinário. Podem ser nomes feios, que são, mas vinham sempre acompanhados de um asterisco, que tinha p'ra mim muito mais significado do que um meu amor. Além disso eram muito mais originais. Porque florzinha e princesa qualquer uma é. E como também não gosto de tratar ninguém dessa forma facilitava-me muito a vida porque é muito mais fácil retribuir um "insulto" do que iniciar uma conversa cheia de nomesinhos cliché. Esses, ficavam reservados para certos momentos e, por isso, tinham muito mais significado do que se fossem utilizados dezenas de vezes.



14 comentários:

  1. Eu sou igual. Não consigo ser tratada por esses nomes absolutamente vulgares por namorados, muito menos por amigas, é que não dá mesmo :b

    ResponderEliminar
  2. Fofinha é o pior... parece que estão a chamar-nos "almofada" e eu nem sequer durmo com almofada! Acho que um "meu amor" no momento certo não é piroso, mas sem dúvida que os nomes próprios, seja "trenga" seja "criatura", os nomes que contam a história daquelas duas pessoas acabam por ser os melhores.

    ResponderEliminar
  3. eu pessoalmente não acho essa coisas dos nomes feios nada bonita, mas o que interessa é que as pessoas que estão na relação se sintam bem, se tratem como bem lhes apetecer, seja mais ou menos piroso. acho que tudo é permitido quando há real love :) eu na maioria das vezes trato o meu namorado pelo nome dele eheh

    ResponderEliminar
  4. Concordo. Eu costumo chamar o meu mané de chavalo, que ele bufa logo!

    ResponderEliminar
  5. Eu gosto de nomes fofos, mas não eu exagero. O meu namorado tanto me trata por gaja, como por amor ou por mulher eheh E eu a mesma coisa xD
    Mas não usamos nomes do género de fofinha, florzinha, princesinha... isso já acho muito lamechas.

    bjinho

    ResponderEliminar
  6. Eu por acaso sou mais para as palavras fofinhas, mas por vezes também me viro para as mais agressivas, isto de namorar durante muitos anos faz com que se vá variando =)

    ResponderEliminar
  7. Também não sou muito de tratar o meu namorado por esse tipo de nomes... vejo bastante casais a falar "oh mor", eu não era capaz!
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  8. Mas porque não gostas se és tão fofinha bebé e florzinha?! ;P
    Brincadeirinha!

    ResponderEliminar
  9. Acho que tens toda a razão! O amor está a ser vulgarizado...

    ResponderEliminar
  10. Eh pá, esse tipo de tratamento não gosto. Mas depende da química de cada casal. Esses diminutivos foleiros também não me dizem nada.

    ResponderEliminar
  11. Ai isso é coisinha para me irritar também... :D nomes fofos tudo bem, mas fofinhos demais enjoa.O meu namorado tinha ideias muito originais, muito mesmo... para não te fazer rir, não vou contar que tenho vergonha. :D

    ResponderEliminar
  12. ahahaah como eu te entendo... não suporto "fofas" nem "lindas"!

    ResponderEliminar
  13. És tu e eu, principalmente quando nem conheço bem as pessoas!

    ResponderEliminar