quarta-feira, outubro 31, 2012

Eu e os centros comerciais

Hoje, depois do estágio, decidi dar uma volta pelo Dolce Vita. Não gosto particularmente de centros comerciais, prefiro sempre passear pelas lojas da Baixa (pena que a de Coimbra deixe tanto a desejar), mas como precisava de umas coisas da Jumbo Box aproveitei p'ra ver uns casacos e umas camisolas quentinhas de que ando mesmo a precisar. Ora bem, posso passar já a enumerar porque é que voltei p'ra casa de mãos a abanar:

1. Não tenho dinheiro. Ou pelo menos não tenho dinheiro para me dar ao luxo de comprar uma camisola de algodão (??) que, depois de ir a lavar, sai da máquina com as costuras todas torcidas mas que, a funcionária da loja, tem todo o gosto em me pedir nunca menos de 18€ por ela. Acho um abuso! Uma camisola de malha quente estava sempre acima dos 22€ em todas as lojas que entrei, quando não custava 27, 29 ou mesmo 30 e muitos! Os sobretudos mais baratos nunca estavam abaixo dos 50€. O que gostei mais custava 70! Ora, uma camisola por 20€ pode não ser nada do outro mundo mas, se estou a precisar, não vou comprar só uma e andar com ela todos os dias!

2. Como gosto de várias peças e tenho orçamento limitado acabo por não comprar nada! Nem uma! Simplesmente não consigo escolher. Há sempre a cor, o material, o preço, as combinações possíveis e, no fim, não consigo decidir qual seria a melhor opção.

3. Não tenho a mínima paciência para ir aos provadores. Detesto ter de experimentar! Se forem calças então... é a tortura completa! Só de pensar em despir, vestir, analisar, voltar a despir e vestir outra vez vem-me à ideia sempre o mesmo pensamento: "Oh, depois volto cá com mais tempo! (Nunca volto!) E, além disso, hão-de reparar que não existe nenhum provador em que a cortina cumpra totalmente a função que lhe é destinada! Fica sempre uma fresta que a cortina não consegue tapar e que, portanto, permite que qualquer outra pessoa veja o que se passa do outro lado!

4. Não gosto que os funcionários venham ter comigo com um sorriso amarelo a perguntar se preciso de ajuda. Não! Se eu precisar peço, que chatice! E não gosto quando a cena se passa numa loja pequena em que, depois de fazer a vistoria, percebo que não há ali nada p'ra mim, preparo-me para abandonar o terreno, tento sair de mansinho evitando o contacto visual com o funcionário, mas ouço-o logo a dizer um entusiasta "Obrigado!!" atrás de mim. Mas obrigado do quê se não comprei nada? Deixem-me ir à minha vida sem ter de forçar um sorriso e expressar um "de nada" que é mesmo de nada!

5. Chateia-me ver tantos rapazes arrastados pelas namoradas. Eles com uma cara de frete, elas com um top tigresse à frente do espelho a perguntarem-lhe "Môôôôr...Achas que me fica beeeem?!!!". E eles dizem que sim, mas sopram e reviram os olhos mal elas desviam o olhar. Opá, deixem os moços em casa! E quando se tratam de lojas de lingerie? É a pura comédia! É vê-los de olhar baixo, a tentar passar despercebidos, a taparem a cara com as mãos com medo que algum conhecido os veja ali enquanto as namoradas pegam na nova tanga da Hello Kitty, na cor-de-rosa e na branca, e lhes perguntam qual é a mais gira!

Posto isto, para libertar a tensão, gosto sempre de passar nas livrarias a ver o que há de novo. E aí o caso muda de figura porque nada me parece caro de mais e apetece-me comprar logo dois ou três livros. Hoje tive de me conter mesmo muito para não agarrar neste e o levar até à caixa de pagamento!


Pronto, e assim, voltei para casa sem camisolas quentinhas, sem sobretudo e com uma enorme depressão pós-shopping. Ainda por cima, sem companhia para ir ao último dia do Festival do Cinema Francês. Não fosse noite das bruxas e ia sozinha, mas assim é melhor não arriscar... Um filme no portátil e umas pipocas caseiras talvez minimizem o desgosto!

10 comentários:

  1. Lol...gostei da parte dos namorados arrastados a opinarem sobre a camisola tigresse... LOl
    Beijo e bom feriado!

    ResponderEliminar
  2. Oh eu também sou assim, concordo em tudo o que disseste! :)
    Só uma nota: eu quando vou às compras de roupa (que é raramente) vou sempre com o meu namorado. Vou porque ele quer sempre vir comigo (certo tem medo que eu fuja.eheh) e gosto da opinião dele. Nunca senti que ele estava cansado de estar lá, até sou eu que me canso primeiro e ele reclama comigo por não comprar nada. Ah e lojas de lingerie é algo que o meu namorado não tem problemas em ir e não vejo problemas nenhuns nisso. Afinal não é também do interesse deles nós comprarmos uma lingerie toda gira e sexy? :D
    Detesto ver nas lojas de roupa os homens todos à porta, custa assim tanto acompanhar as namoradas e dar a opinião (sincera!)?! Se são namorados é para alguma coisa.

    Beijinho

    ResponderEliminar
  3. vai à primark, tem coisas muito em conta e uns casacões de inverno muito giros por volta de vinte e tal euros..eu sou fã.. mas tens de ir com muita paciência para procurares..

    kisses***

    ResponderEliminar
  4. Olha, eu raramente compro camisolas de malha. Precisamente porque são caras. Mas quando compro, opto sempre por comprar uma boa camisola. Boa malha, aspecto impecávelm para que, quando for a lavar, não alargue ou desbote. Acabo por pagar caro, mas, a longo prazo, compensa. Acredita. Só tenho umas 4 camisolas de malha. Para mim, dão muito bem. De resto, uso t-shirts e cardigans. :)

    ResponderEliminar
  5. gostei imenso deste post :) cultura acima de tdo

    ResponderEliminar
  6. AH AH AH Adorei! Concordo com tudo, bolas! Então as questões do dinheiro... Sinceramente. Que as lojas têm coisas bonitas, têm! De babar, às vezes. Mas é tudo caro. É que apesar da situação em que vivemos, acho absurdos e ridículos os preços a que algumas peças estão marcadas. Mas há quem compre... há muito quem compre :S

    ResponderEliminar
  7. Também não tenho grande paciência para compras , mas derreto-me logo em frente a uma livraria xD

    ResponderEliminar
  8. Meu Deus! Pareces eu!!! Juro, acontece quase sempre o mesmo comigo, acabo só a comprar roupa quando a que tenho está prestes a rebentar.

    Também quis ir ao festival, depois não deu. :( Se precisares de companhia para a próxima, eu prometo que não sou uma assassina em série. ;)

    ResponderEliminar
  9. Como te percebo perfeitamente! no outro dia fui ao shoping com a mesma ideia que tu, e vim de lá igual.. sem nada, é tudo caro! Odeio centros comerciais pelas mesmas razões. Já hoje passei pela feira da cidade e não ía com ideias de comprar nada, e trouxe coisinhas giras, camisolas quentinhas, botas e tudo por preços mesmo baratos. Portanto Jude, se tiveres tempo passa lá também, tem coisas giras e baratas!

    ResponderEliminar
  10. Olha, pareço eu! E tb acabo sempre nas livrarias a espreitar as novidades e não só!

    Beijinhos

    ResponderEliminar