segunda-feira, junho 24, 2013

Receita mas não toma

Há quem ache que ser psicólogo(a) é sinónimo de saber interpretar as outras pessoas só com um olhar ou com uma conversa. Mal sabem que, grande parte do tempo, estamos tão perdidos como toda a gente. É difícil, muito difícil, interpretar meias palavras, meias conversas, meios sinais. E no dia-a-dia, com as nossas pessoas, custa muito mais perguntar o tal e o que sentes em relação a isso? Porque, às vezes, parece mais fácil continuar a construir tudo no imaginário do que realmente saber o que se sente e o que se pensa. Afinal, a realidade pode estar de costas voltadas com a imaginação e ser muito mais cinzenta.


3 comentários:

  1. sê psicologa e vê lá se depois me atendes! xD

    ResponderEliminar
  2. as pessoas acham que é tudo muito fácil e que por sermos pesicólogos temos as respostas todas, sabemos tudo e as nossas vidas são sempre muito bem resolvidas. é tipo aquele mito de que médicos não adoecem :) a verdade é que somos todos pessoas e isso diz tudo!

    ResponderEliminar
  3. Mas a imaginação pode levar a um degrau bem alto que magoe muito na queda. Prefiro o choque com a realidade.

    ResponderEliminar