sexta-feira, agosto 30, 2013

Constatação do dia.


Esta imagem foi o que me motivou a ir hoje entregar o meu primeiro currículo. Há mais de um mês que me aconselharam a ir aquela clínica, não só por aceitarem estagiários profissionais mas também devido à saída de uma das psicólogas efectivas. O nervoso miudinho apoderou-se de mim de cada vez que pensava em fazer o currículo e dar o passo seguinte. Há duas semanas atrás lá me resolvi a preencher o europass, o que dá para fazer online e é muito fácil. Mas a verdade é que não me pareceu bem, senti que não havia nada ali que me distinguisse de ninguém - afinal quantos recém-mestres em psicologia existem com um CV assim? "Só" milhares. Vai daí, resolvi recorrer a um site sobre o qual cheguei a fazer um trabalho para uma cadeira de aconselhamento vocacional - Cidade das Profissões - que está sempre actualizado sobre temas que interessam a qualquer estudante e profissional e onde são dadas, entre outras coisas, muitas dicas sobre procura activa de emprego, nomeadamente, esta parte chata da elaboração de um currículo. Pesquisei, li, informei-me e percebi que um currículo funcional era o mais indicado para mim, que tenho pouca experiência e estou à procura de um primeiro emprego. E pronto, fiz um currículo só meu. É verdade que a informação não de diferencia muito do que tinha colocado no europass, afinal continua a ser o meu... mas a disposição e a relevância dada a cada um dos tópicos ficou diferente, pelo que me identifico mais com esta nova versão. Está diferente, apesar de se manter com um aspecto muito simples e leve, e por isso acho que não corro o risco de ter apenas mais um no meio de tantos iguais. Não sei se foi a melhor opção, só com o tempo verei se o objectivo se cumpre mas, para já, pareceu-me melhor assim.
Bem, tudo isto para dizer que entreguei o currículo, depois de tanto tempo  a adiar precisamente por não me sentir preparada. Entreguei-o em mãos, o que me dá a garantia de que pelo menos o viram. Agora é continuar a procurar possíveis locais de estágio e esperar por eventuais respostas!

4 comentários:

  1. Eu na altura também optei por fazer um diferente, seguindo as indicações de uma amiga minha.

    ResponderEliminar
  2. De facto, o europass é demasiado "seco" mas há muitos empregadores que dizem explicitamente que querem o europass. Em Setembro também vou entregar o meu primeiro CV, ainda tenho que fazer algumas alterações, parece demasiado vazio. :/

    ResponderEliminar
  3. Experimenta a Oficina de Psicologia. beijos B.

    ResponderEliminar
  4. Muito boa sorte na tua procura de emprego :)
    Um beijo.

    ResponderEliminar