domingo, novembro 24, 2013

first love never dies.

Hoje o J., o meu primeiro namorado e primeiro grande amor, faz anos. Este foi também o dia em que começámos oficialmente a namorar e, nos anos seguintes, foi um dia que teve sempre um significado especial. Hoje em dia já são raras as vezes em que falamos, ainda que, de tempos a tempos, ele me surpreenda com uma mensagem ou um telefonema para saber de mim. O estilo de vida que adoptou, levou-o numa direcção muito diferente da minha e, ainda que eu nunca pudesse fazer o mesmo que ele faz, sempre o admirei secretamente por isso. Mesmo que falemos apenas uma vez por ano ele faz-me sempre sentir sempre importante e fá-lo de uma forma muito única e pessoal. Já lá vão alguns anos desde que ele ocupava a figura central no meu dia-a-dia mas, mesmo que alguma vez deixemos de falar de vez, o carinho que sinto por ele vai sempre manter-se e, passem os anos que passarem, tenho a certeza que o dia 24 de novembro se vai manter na minha memória para sempre, e sempre com a lembrança do J. e da importância que teve na minha vida.

7 comentários:

  1. Concordo plenamente... acho que certas pessoas marcam, principalmente o teu primeiro amor :)

    ResponderEliminar
  2. para mim são os dias 10. não sei se bons pelas recordações, se maus pelas saudades.

    ResponderEliminar
  3. há pessoas que marcam e por isso mesmo ficam para sempre na nossa vida, nem que seja só na nossa memória.

    ResponderEliminar
  4. Há amores que nunca morrem. Mesmo...

    ResponderEliminar
  5. não há amor como o primeiro... isso é bonito!

    ResponderEliminar
  6. Como é bom relembrar amores... :)

    ResponderEliminar