terça-feira, novembro 12, 2013

sorting out feelings.

Há alguns meses resolvi iniciar uma dieta de perda de peso. Nessa altura, tinha feito há pouco tempo um exame completo ao meu estado físico e as notícias não foram agradáveis. Na mesma altura comecei a ser seguida por um ortopedista, devido a um problema na cartilagem do joelho. Um amor de senhor (not) que me jogou à cara com maus modos que ou eu perdia peso ou nada a fazer quanto ao joelho. Não era só uma questão de estética, era também uma questão de saúde, e por isso comecei a preocupar-me a sério. Iniciei a dieta no início de Julho, o que serviu para perder cerca de 4 quilos e motivar-me a continuar. Em pleno verão não achei justo estar rendida a uma dieta e portanto, apesar de alguns cuidados, fui comendo sempre mais ou menos o que me apetecia. Voltei a engordar quase dois quilos mas, passada a época dos gelados, quis tornar a minha alimentação mais saudável. Descobri um admirável mundo novo ao aventurar-me no universo dos legumes salteados. Descobri que podem ser bem saborosos quando são bem cozinhados (culpo portanto a minha mãe por sempre me ter apresentado apenas legumes cozidos e sem sabor :p). Hoje tenho menos 8kg, sinto-me melhor comigo mesma, e voltei a vestir calças que não vestia há mais de quatro anos. Agora sei que esta é a alimentação que quero ter independentemente de ter ou não peso a mais. Nem sempre é fácil porque há dias em que realmente custa resistir às tentações, apesar de se ter tornado mais fácil com o tempo. Mas aprendi também que o segredo não é resistir a toda a força e cortar qualquer alimento menos saudável. Às vezes podemos presentear-nos com um mimo, quanto mais não seja para manter a motivação. Como hoje, que não estou nos meus melhores dias e me apetece fazer um lanche de umas boas torradas com manteiga e um chocolate quente. Apetece-me e vou fazê-lo. Ao jantar posso compensar a asneira e o que importa é que me vai fazer bem à mente, que também tem de se manter saudável!

8 comentários:

  1. Concordo plenamente com o facto de não devermos retirar completamente um determinado alimento da nossa ementa. Eu seria incapaz de deixar de comer chocolate, por exemplo. Fico feliz por saber que estás a conseguir manter-te motivada e que estás a conseguir cumprir os teus objetivos. Já falta pouco :)

    ResponderEliminar
  2. Acho que, fundamentalmente, para fazer uma dieta, seja em que circunstância for, é preciso ter muita força de vontade. E se já conseguiste perder esses todos, acredito bem que consigas o resto [já não falta tudo :D]. E, claro, se adoptaste esse tipo de alimentação e já não o vês como A dieta, melhor ;)

    Força nisso **

    ResponderEliminar
  3. Às vezes não é o estarmos gordas ou não, é mesmo o peso a mais que se tem tendo em conta a altura da pessoa. Eu, por exemplo, peso 51kg e tenho tendência para emagrecer sem dar por isso mas se tentar manter um estilo de vida como levo não desço dos 50kg mas também não passo dos 53kg e isso é bom, porque ter entre 50 e 53kg é o peso ideal para mim.

    ResponderEliminar
  4. Ora nem mais! Posso dar-te umas dicas básicas para ajudar a acelerar o teu metabolismo e a 'limpar'. É tão fácil que custa a crer.
    Eu nunca fiz dieta, mas sempre comi muitos vegetais e legumes. Bebo muita água e uso uma ou outra técnica que resultam bastante bem. Mas acima de tudo o mais importante é vivermos bem connosco e felizes.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Dicas são sempre bem vindas, Tsuri! :)

      Eliminar
  5. Boa força :)

    Assim é que é.. eu desde de Janeiro perdi 15 kg e agora adoptei um estilo de vida saudável para não voltar ao que era..

    kisses***

    ResponderEliminar
  6. É isso mesmo! :)
    Força de vontade é o que se quer! Um grande beijinho e muita muita força! *

    ResponderEliminar