sexta-feira, fevereiro 07, 2014

De alguma coisa há-de servir trabalhar com psicólogos.

O Dr. A. chama-me ao gabinete. Sento-me e espero que ele me diga o que quer.

- Conte-me lá porque é que está chateada.
- Eu não estou chateada.
- Ah, então está só cansada...
- Não... quer dizer, sim, também estou um bocado cansada.
- Ah, também está um bocado cansada... então diga-me lá porque é que está chateada.
- Não estou chateada!
- Está chateada sim, e até lhe digo mais... Há várias formas de estar chateada. E a menina está chateada daquela forma que se fica quando ouviu alguma coisa e queria responder à letra mas resolveu ficar calada.

[pausa maior do que deveria ter sido e que lhe deu tempo para perceber que era exactamente esse o meu tipo de chateada]

- Deve-se achar muito bom psicólogo...
- Acabou de o confirmar.

6 comentários:

  1. AI... tas tramada, mas ele tem razão, não tem?
    Beijoca*

    ResponderEliminar
  2. Que medo, ter assim uma pessoa a "ler-nos a alma"...!

    ResponderEliminar
  3. Estás tramada Jude :-)
    Ehehe.. Beijinho

    ResponderEliminar