quinta-feira, abril 24, 2014

Enquanto vos escrevo...

...estou sentada à minha secretária, com a porta entreaberta, e ouço a discussão das minhas chefes com a contabilista. As gajas (aka chefes) são burras, só pode. E insistem em não perceber o que a mulher, já desesperada, tenta explicar. Ontem percebi que não consigo trabalhar neste ambiente e hoje, na meia hora que passou desde que aqui estou, já reforcei fortemente essa ideia. Não consigo, é impossível. Quando me perguntam se há a hipótese de ficar aqui após o estágio, a minha resposta não pode ser outra a não ser que, mesmo que haja essa possibilidade não a hei-de aceitar. Não interessa se os tempos estão difíceis, outra coisa há-de aparecer e, felizmente, não vislumbro um futuro vazio de projectos. O que eu sei é que trabalhar num ambiente de quase medo é infernal e não aguentaria isto a longo prazo.

13 comentários:

  1. nada compensa um bom ambiente de trabalho. um dia, a propósito dos meus estudos arqueológicos, disseram-me que mais valia escolher um bom professor para me orientar, um com quem me desse bem e de quem gostasse, mesmo que tivesse que abordar um período que não fosse o meu preferido. Assim fiz e o dito período acabou por se tornar no meu favorito. Devemos sempre fazer o que achamos melhor para nós, mesmo que mais ninguém compreenda as nossas escolhas :) (eia, grande verborreia que para aqui vai, desculpa)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não é verborreia nenhuma! Isso é realmente verdade e também foi isso que fiz quando escolhi o meu estágio da faculdade. Escolhi em função da orientadora e não do local em si ou do tema da tese e não me arrependo nada! Não poderia ter corrido melhor! :)

      Eliminar
  2. Boa sorte! Há de aparecer algo melhor.

    ResponderEliminar
  3. De facto, esse ambiente não parece ser minimamente saudável...

    ResponderEliminar
  4. Fazes bem em sair quando o estágio terminar.

    ResponderEliminar
  5. Sinceramente, acho que devias sentir-te mais agradecida por teres conseguido arranjar um estágio em tão pouco tempo. Não conheço o teu ambiente de trabalho, mas a forma como te queixas das tuas chefes parece um pouco arrogante.
    Há licenciados que davam tudo para estar no teu lugar, a estagiar. Pensa nisso.
    Boa sorte.

    Alexandra

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Alexandra, é verdade isso que dizes, mas não pode servir para nos conformarmos a todas as situações de cabeça baixa.

      Eliminar
  6. acho que, se tens outras oportunidades de emprego após esse estágio, só mesmo um louco para ficar nesse ambiente. Claro que, se não tiveres essa oportunidade de arranjar algo, também seria muito estúpido não ficares. Os tempos são dificeis e há que agarrar as oportunidades. Se bem que trabalhar nesse ambiente possa não ser nada nada benéfico, ficar sem trabalho tambem não será melhor. Tens que ponderar muito bem.

    ResponderEliminar
  7. Já tive dois trabalhos onde o ambiente era detestavel. Entrava lá sem vontade, custava-me sair da cama, num deles até tinha ataques de choro. O dinheiro não é tudo. Passamos mais tempo no trabalho do que em casa e definitivamente é importante para o nosso bem estar e equilibrio que as coisas funcionem bem.

    ResponderEliminar
  8. Os tempos estão difíceis e as oportunidades não chovem mas estarmos num sítio que não nos faz bem não é bom para nós nem para o nosso futuro. Eu estou numa situação idêntica à tua, em que estou num trabalho horrível e possivelmente quando o contrato acabar poderei ficar lá, mas eu não vou aceitar ficar porque a forma como aquele trabalho funciona não vai de encontro aos meus princípios e eu fico doente por ter que fazer as coisas que me mandam fazer.

    A vida está difícil mas nós não podemos baixar a cabeça e aceitar tudo, nós temos que nos valorizar, temos que ansiar por algo melhor e se ainda somos jovens e temos margem para arriscar, temos que arriscar!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ana Rita, não poderias descrever melhor a forma como penso.

      Eliminar
  9. Eu sei daquelas que percebe perfeitamente o que é trabalhar num ambiente desagradavelmente competitivo. E sou daquelas que acho que devemos mudar, arriscar e deixar para trás o que nos faz mal... mas devemos fazê-lo na altura certa. Ou seja, para não ficarmos a perder temos de pensar e sair quando nos for vantajoso, ou seja se for possível deves sair quando já tiveres algo mais ou menos em vista e acertado! :)

    beijinhos e boa sorte!

    ResponderEliminar
  10. Se o ambiente de trabalho não é bom e se há outras coisas em vista então deves seguir por outro caminho... Parece que estamos a agredir-nos a nós próprios! Isso só faz é mal e infelizmente há muitas pessoas que só maltratam as outras... Espero que tudo corra bem! Beijinho*

    ResponderEliminar