quarta-feira, novembro 05, 2014

sorting out (not so good) feelings

Tenho vindo a desenvolver uma aversão séria às minhas chefes. Ao ponto de me arrepiar só de ouvir as vozes delas. À medida que crescemos vamos acabando com os mitos que fomos criando, de que certas personagens só existem em filmes e novelas. Não é verdade. A vida real está cheia de maus da fita e muitas vezes fazem parte das nossas rotinas. Eu não suporto injustiças. Não sou extremista mas há realmente coisas que me dão a volta ao estômago. Quando vejo uma mãe que passa fome e sofre de violência doméstica a ter de despejar os poucos trocos que tem no porta-moedas para pagar um papel e, uma vez que não tem que chegue, é obrigada a deixar o que tem, sem ninguém querer saber se aquelas moedas vão fazer falta para comprar pão para as filhas, dá-me a volta ao estômago. Juro que me apetece pegar naquelas cabeças vazias e bater com elas na esquina de uma parede. Achar sequer que se é tão superior para poder pedir isso a alguém, é nojento! Prosseguir e humilhar a pessoa, o ser humano, que se tem à frente, é execrável! Mas pelos vistos o mundo é mesmo cheio de gente (?) assim. E a mim, a única coisa que me anima, é acreditar muito, mas mesmo muito, na lei do retorno. Tudo o que damos recebemos em dobro. E estas reles hão-de ter o que merecem um dia destes.

8 comentários:

  1. enfim, nem há palavras para "pessoas" assim... ainda por cima tendo elas o lugar que têm na vida profissional!!

    ResponderEliminar
  2. Concordo tanto contigo!
    Também acho que tudo o que damos recebemos em dobro!
    Vais ver que vais superar isso...
    Um beijinho*

    ResponderEliminar
  3. Mantem-te assim! Simples, com noção do próximo. Que o Mundo não te vire do avesso.

    ResponderEliminar
  4. Só me ocorre dizer que elas não são humanas...

    ResponderEliminar
  5. Detesto essas pessoas. E pessoas assim é o que não falta por aí, o que é bem triste! Mas também acredito no karma. Acredito que pessoas assim hão-de paga-las de alguma forma.

    ResponderEliminar
  6. só de ler este post elas ficaram com uma inimiga minha, pior que ler é sentir na primeira pessoa. é revoltante.. tanta ignorância nessa gente.

    estás quase a sair daí

    ResponderEliminar