segunda-feira, abril 11, 2016

já era feliz antes de ti.

Quando terminei a relação fi-lo porque não queria correr o risco de deixar que aquilo que foi tão bonito terminasse devido a tudo o que veio com a distância - a menor disponibilidade, menor comunicação e, consequentemente, ciúmes e cobranças. Nesse dia chorei baba e ranho, tanto via Skype, com ele, como depois, sozinha. Inesperadamente, apesar de todo o drama e de termos decidido que seria melhor assim, ele continuou a tratar-me como se fossemos namorados e isso só complicou tudo. Tentava interiorizar sozinha que tinha acabado, que não podia exigir nada e, nesse compasso de tempo, recebia uma mensagem dele a desejar que estivesse lá com ele. Isso não ajudou e as inseguranças começaram quando nos últimos dias ele deixou de ter essa atitude. Na minha cabeça começaram a fazer-se filmes, as conversas que vamos tendo começaram a causar-me angústia em vez de bem-estar e tudo o que diz e faz começou a irritar-me quase como se ele estivesse a fazer tudo para me provocar. E era precisamente isto que eu não queria e que teria sido evitado se, naquele dia, em que terminámos teoricamente, as conversas tivessem deixado de existir tão frequentemente e as palavras românticas se tivessem extinguido. Ambos saberíamos obviamente porquê e os julgamentos ficavam de lado. Agora o trabalho é redobrado porque, não só quero fazer um esforço para relembrar as coisas boas e manter apenas isso na memória, como ao mesmo tempo tenho de me habituar com a ideia que agora terminámos sim, na prática, e da maneira que eu queria evitar. Isto é o que dá quando depois de tanto tempo felizes connosco mesmas nos entregamos a um amor que sabíamos provisório e que, agora, nos obriga a reaprender a ser felizes sem essa pessoa. 

4 comentários:

  1. Eu acredito que agora seja terrível passar por isso, mas percebo perfeitamente porque é que arriscaste e viveste uma história de amor que já sabias à partida que não podia durar. Os maus momentos não vão apagar os momentos bonitos que viveram e geralmente arrependemo-nos mais daquilo que não fazemos do que daquilo que arriscamos fazer. Tiveste imensa maturidade ao conseguir acabar uma relação quando percebeste que já te estava a fazer mais mal que bem, essa é uma atitude que poucas pessoas conseguem ter.

    Vais voltar a sentir-te bem não tarda, vais ver. Força :)

    ResponderEliminar
  2. A questão fica toda resolvida no título do post! Se já eras feliz, de certeza que o continuarás a ser agora! Eu sei que não é fácil, sei mesmo, mas é nisso que tens que te focar. Aprender a dar espaço, saber que não há volta a dar, que acabou por algum motivo e que a vida continua. It sucks! Principalmente porque acabou só por causa da distância e não por deixarem de gostar. Mas a vida é complicada, as relações são complicadas e é mesmo assim.

    Estou de coração apertadinho por ti, porque sei o que custa e queria que nada disto te estivesse a acontecer. Mas acredito que vais conseguir dar a volta a isto tudo e continuar a ser feliz!

    ResponderEliminar
  3. "depois de tanto tempo felizes connosco mesmas nos entregamos a um amor que sabíamos provisório e que, agora, nos obriga a reaprender a ser felizes sem essa pessoa. "

    E se custa... A maior força! Vais conseguir dar a volta.

    ResponderEliminar