quinta-feira, maio 26, 2016

dias de mudanças.

Estes últimos dias têm sido cheios de emoções. Recebi muito carinho de pessoas que não tinham de o fazer, fiquei derretida com um gesto dos que vão ser sempre os meus meninos, soube da morte de alguém que foi cedo de mais, recebi uma proposta de trabalho que me está a causar um misto de emoções, recebi uma chamada dele depois de semanas sem falarmos, fiz um amigo de um país distante junto ao Tejo, revi amigos de sempre, senti-me feliz, ansiosa, amedrontada, agradecida, de coração vazio e cheio ao mesmo tempo. No meio disto tudo o passar do tempo deixou que me voltasse a habituar à ideia de voltar a partir. Provavelmente acontecerá em breve, com tudo o que isso implica - fazer as malas, mudar-me de novo para outro país, deixar a minha famílias, o meu cão e os meus amigos e sentir que deixo um pedaço do meu coração. Por outro lado, a expectativa de que será uma nova experiência, que à partida tem tudo para correr bem, ser independente, ter um salário, poder viajar, poder dedicar-me ao que gosto, conhecer novas pessoas e novos contextos. O medo não vai embora, mas a vontade de ir também não. E assim ando, com a cabeça, o coração e o estômago as voltas, até saber ao certo qual será o próximo passo.


3 comentários:

  1. Nem penses muito no assunto: vai ser feliz!

    ResponderEliminar
  2. Seja cá ou noutro local, o que importa é que caminhes sempre na direcção do que te faz feliz.
    Boa sorte ☺ beijinho

    ResponderEliminar
  3. Se é o que te faz feliz, nem hesites! Segue essa direção. :)

    ResponderEliminar